janeiro 19, 2016

Sempre fui pessoa de querer muito na vida.

2670718a39e40ca0fc2e9d5d35dcee5e.jpg

Não sou muito de comentar quotes, acho que elas falam por si. Mas hoje, ao ler um post da Raquel (aqui) senti que devia escrever algo. 
Sempre fui pessoa de querer muito na vida. Sempre quis mais e nunca fui de me contentar com pouco. 
Sempre fui determinada, e sempre arranjei maneira de conseguir atingir os meus ditos objetivos. 
No entanto, e quem leu o meu post de ano novo (aqui), viu que um desses objetivos era precisamente não desistir. 

Não gosto de bater com a cabeça na parede, e quando as coisas correm mal, tenho tendência a não querer voltar a tentar. 
Felizmente, aos poucos, essa tendência vai mudando. 
Noto que tenho sido mais presistente, e que em vez de desistir, tenho aprendido com os erros e tentar melhorar aquilo que falta. 
Noto que tenho cortado as "amarras" e sido mais feliz assim. A querer mais. E a lutar por isso. 
Como diz a Raquel, 
"Basta que não me cortem as asas.
Mas que se lixe... se mas cortarem e não puder voar, hei-de lá chegar de outra maneira."
 
xx 

Sem comentários:

Enviar um comentário